Trabalhador morre após perna ficar presa em triturador de fábrica em MS

Trabalhador morre após perna ficar presa em triturador de fábrica em MS

Um jovem de 24 anos morreu após um acidente em uma fábrica de cerâmica, em Brasilândia, a 374 quilômetros de Campo Grande.

Segundo o boletim de ocorrência, a vítima tentava destravar uma máquina quando caiu e ficou com uma perna presa dentro do triturador. A Polícia Civil apura se houve negligência na morte do trabalhador.

Consta no registro policial que pouco antes do acidente, às 9h50 (de MS), o rapaz alimentava a máquina com barro para a fabricação de tijolos na companhia de outro funcionário. O colega relatou à polícia que uma porção de barro travou a esteira que leva o material até o triturador. Foi então que o jovem subiu na esteira para resolver o problema, porém a máquina voltou a funcionar e ele caiu no triturador.

Neste momento a máquina foi desligada pelo gerente da fábrica. A emergência do hospital do município, o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar (PM) foram acionados. A vítima foi encaminhada para o hospital da cidade, mas morreu após ser atendida por conta das lesões na perna esquerda, segundo o boletim de ocorrência.

O delegado titular da delegacia de Polícia Civil do município, Rodrigo Alencar Machado Camapum, disse que a perícia vai verificar se o dono da fábrica disponibiliza equipamentos de segurança para os funcionários.

“A gente vai apurar para ver se houve negligência do empregador. Uma máquina dessa daí deve ter equipamento de proteção coletiva e equipamento de proteção individual. O empregador é responsável pela fiscalização”, destacou.

Caso seja confirmada a negligência, o delegado acrescentou que o proprietário pode ser indiciado por homicídio culposo.

× Atendimento WhatsApp